André Silveira


Licenciado em História da Arte, pós-graduado em História da Arte Contemporânea pela FCSH-UNL e doutorando em Teoria da Arte na mesma instituição, foi bolseiro FCT e é membro do IHA.
Autor do volume dedicado a Almada Negreiros na Colecção Pintores Portugueses, trabalhou com a revista L+Arte no âmbito da Secção Arquivo e com o Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian, com a Culturgest e com o Atelier-Museu Júlio Pomar na investigação sobre obras que integram as respectivas colecções.
Realizou a pesquisa nas colecções municipais de Tavira, Bragança e Castelo Branco para as exposições Palácio de Espanto, Casa de Espanto e Quarto de Espanto, co-organizadas pela Culturgest, e integrou a equipa de investigação da exposição conjunta da Culturgest e do Museu do Neo-Realismo A Doce e Ácida Incisão, a Gravura em contexto (1956–2004).


Textos

• A recusa da conclusão é também a confirmação do método.