Sabrina D. Marques


Licenciou-se em Ciências da Comunicação pela FCSH-UNL, especializando-se em Cinema na ESTC. Investiga Ficção Científica no âmbito do doutoramento em História da Arte (FCSH, 2016).
Trabalha em artes visuais e investigação. Na sua expressão artística, utiliza o vídeo, o filme, a fotografia, a performance, o texto e a instalação. Integra o Cluster de Fotografia e Cinema do IHA. É colaboradora do site À Pala de Walsh e publicou em Undercurrent, Lumière, La Furia Umana, General Intellect, Wrong-Wrong, Cinergia, Cinética, Zigurate, Re.vis.ta, Medeia Magazine, Escala, Masters of Cinema, entre outros. Colabora em programação e escrita com festivais, mostras, galerias e cineclubes. Participa como realizadora, argumentista e assistente de produção freelancer na OPTEC, Real-Ficção, Longshot, Jumpcut e Semiótica. Formadora pontual em âmbito universitário na área do cinema experimental. Iniciou o núcleo de programação alternativa noisewhitenoise.org. Com o fotógrafo Mehdi Jahan, fundou a dupla The Telepathicams, e é uma das fundadoras da Galeria Germinal.

apaladewalsh.com/author/sabrinadmarques/

sabrinadmarques.blogspot.com/


Textos

• Tatiana Macedo: nada é o que parece à primeira vista. • João Tabarra: Desmultiplicação e Desmantelamento na God-box.